cer_templates-01.png
cer_templates-02.png
cer_elementos-03.png
cer_assinatura-01.png

1º Ciclo de Estudos Circense em Rede ocorre de abril a junho e de forma gratuita aos profissionais e pessoas interessadas pela área

Com realização da Cia Circo-íris e co-realização da Circo Pirata; o projeto é contemplado pelo Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura, e trará três meses de estudo e pesquisas em formato online

Saberes circenses. Nos meses de abril, maio e junho deste ano, acontece o CER - Circo Em Rede; 1º Ciclo de Estudos Circense em Rede, com debates e lives sobre as atividades, processos de criação, manutenção e pesquisas circenses. Com realização da Cia Circo-íris e co-realização da Circo Pirata; o projeto trará três meses de estudo e pesquisas em formato online, cada mês norteado por um tema:

 

Arte na Rua: uma escolha est[ética], em abril;

 

Transmissão de Saberes: processos de pesquisa e criação, em maio;

 

Arranjos de gestão de grupo e organização coletiva, em junho.

 

Os participantes dos grupos de estudo irão ler e assistir referências em comum, previamente estabelecidas e também trocar novas conforme a partilha no decorrer do trimestre. A participação nos seminários será mediante inscrição prévia, e o link com mais informações estará disponível no site www.ciacircoiris.com.br e pelas redes sociais dos grupos @ciacircoiris @circopiratashow a partir do dia 7 de abril. Todas as ações são gratuitas.

“O projeto propõe a conexão entre artistas e profissionais das artes cênicas, ao mesmo tempo que compartilha com o público uma perspectiva invisibilizada do nosso trabalho que é a construção e transmissão de saberes e modos de viver circenses”, comenta a coordenadora do projeto e artista, Rafaela Catarina Kinas.

Segundo Rafaela, para otimizar as trocas e o foco de estudo, os grupos pesquisadores/realizadores se reunirão via vídeo-chamada no início de cada etapa, se dedicando a mapear conceitos que fundamentam seus trabalhos em cada temática, comentar e fazer uma lista de referências históricas, teóricas, audiovisuais e de pessoas e eventos em atividades no campo teórico e prático pertinentes para cada etapa e, a partir disso, produzir conteúdos para compartilhar com o público em suas redes sociais como modo de introduzir autores e obras que serão lidas e assistidas, além de formular perguntas guia para estimular as atividades de estudo.

Para encerrar cada um dos três ciclos de estudos, o CER recebe uma convidada que tem atuação na área do tema da vez. Em cada live, a convidada receberá uma lista com perguntas prévias para auxiliar na elaboração da exposição temática que fará. A ação receberá mediação de pessoas dos grupos pesquisadores, que se encarregarão de fazer a ponte entre o que está sendo estudado no ciclo e também inserir perguntas feitas no chat no debate. Cada live tem previsão de duração média de 1h e contará com interpretação em libras. 

“Embora seja um projeto de pesquisa circense, convidamos profissionais das artes de diferentes segmentos e público em geral para participar dos ciclos de estudo, a ideia é gerar intercâmbio de saberes e referências, ampliar e fortalecer nossas redes”, complementa a artista circense e produtora da Circo Pirata, Caroline Voltolini.

Para o proponente do projeto e pesquisador, Luca Tuã do Amaral, a pandemia praticamente obrigou os artistas a usarem a internet. “Nós da Cia Circo-íris, por exemplo, mantivemos a programação do Circo Na Rua, na Rede por seis meses consecutivos em 2021. Agora precisamos parar de correr atrás do ritmo dos algoritmos e estabelecer conexões que se fortaleçam entre si, nos bastidores das artes, nos processos de pesquisa e de criação artística”, conclui.

Durante os ciclos de estudos e lives haverá também produção de conteúdos nas redes sociais da Cia Circo-Íris, com dicas de leitura e vídeos/filmes sobre as temáticas pertinentes ao projeto. Como contrapartida social, no decorrer do ano haverá Treinos de Circo ao ar livre, com os integrantes da Cia Circo-Íris e Circo Pirata, no bairro da Praça em Tijucas; Parque Municipal de Canelinha; e Praça do Sapateiro em São João Batista. Todas as ações seguiram os protocolos sanitários vigentes, devido à pandemia de Covid-19. 

O projeto Circo Em Rede: 1º Ciclo de Estudos Circense em Rede, de Luca Tuã do Amaral, é selecionado pelo Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura – Edição 2021, executado com recursos do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense da Cultura. Acompanhe as novidades pelo www.ciacircoiris.com.br

PROGRAMAÇÃO GERAL

 

ABRIL: 1º Ciclo de Estudos - Tema: Arte na Rua: uma escolha est[ética]

 

20/04/22 às 18h: Seminário online, via zoom, tema por grupo:
Circo-íris: Circo Na Rua - formação de público e artista no espaço público do Vale do Rio Tijucas;
Circo Pirata: Encontros, convenções e festivais: andanças latino americanas do Circo Pirata.

28/04/22 às 19h: Live no canal do YouTube da Cia Circo-íris
Tema: Rua como espaço de encontro, de luta e de produção de conhecimento;
Convidada: Jennifer Jacomini, Palhaça e arte-educadora. 

 

MAIO: 2º Ciclo de Estudos - Tema: Transmissão de Saberes: processos de pesquisa e criação
 

18/05/22 às 18h: Seminário online, via zoom, tema por grupo:
Circo-íris: Pequeno Circo de Variedades - quando o processo de montagem é a continuidade do processo de formação;
Circo Pirata: Solos férteis - Da formação no Circocan à criação do espetáculo Imigrante de mim mesmo.

 

26/05/22 às 19h: Live no canal do YouTube da Cia Circo-íris
Tema: A tradição circense de se reinventar;
Convidada: Janaína Passos, Produtora do Circo-Teatro Biriba.

JUNHO: 3º Ciclo de Estudos - Tema: Arranjos de gestão de grupo e organização coletiva
 

15/06/22 às 18h: Seminário online, via zoom, tema por grupo:
Circo-íris: Circo rural e os movimentos para conectar a cidade pequena aos movimentos do estado de SC;
Circo Pirata: Zona autônoma temporária: um porto para artistas de rua em Balneário Camboriú.

 

23/06/22 às 19h: Live no canal do YouTube da Cia Circo-íris
Tema: Políticas públicas a serviço da formação de artistas e público;
Convidada: Cris Villar, Presidente do Conselho Municipal de Florianópolis e produtora da Convenção de Malabarismos e Circo de Florianópolis.

cer_elementos-06.png
cer_elementos-01.png
cer_elementos-02.png
cer_elementos-02.png
cer_elementos-02.png
cer_elementos-07.png
cer_elementos-04.png
cer_elementos-05.png
cer_logos-do-projeto.png